Cherry @ 10:24

Qua, 04/08/10

Os primeiros dez minuto? Bastante a medo - "Então, estás boa?" "Estou e tu?". Mas depois, depois não sei... Parecia que o tempo não tinha passado, parecia que estávamos em Março, parecia que o mundo era nosso outra vez e que só existíamos nós os dois. Fomos ao casino, como tantas vezes lá íamos, ele perdeu e eu ganhei (calhou-me a mim desta vez). Depois era cedo, estávamos juntos há uma hora e meia, duas no máximo, e acho que no fundo nenhum de nós queria ir pra casa porque ambos constatámos que era super cedo. Ele estava meio adoentado com uma tosse super estranha, tanto insisti insisti insisti que lá foi comigo à farmácia, e se quando saímos do casino eram umas onze e meia da noite, agora já era uma da manhã e entre conversas, brincadeiras, olhares, confidencias, nenhum de nós se tinha apercebido que a noite tinha passado a correr. Acabámos a noite a comer um gelado no Mc Donalds e foi assim... Deixaste-me em casa e eu não queria sair do carro, queria arrastar aquele momento pela noite fora, queria-me sentir segura, ao teu lado, como só tu me sabes fazer sentir - "Vá, fico à espera que entres, ainda te acontece alguma coisa oh!"

Obrigada pela noite, obrigada pelas palavras.

Obrigada por me teres mostrado que conseguiste mudar, pelo menos por agora.




- AnnaRaquel @ 10:49

Qua, 04/08/10

 

oh, mas é um vício bom :b
adorei o post, super querido +.+
beijinhos ;


- AnnaRaquel @ 11:07

Qua, 04/08/10

 

oh, não tens de quê minha querida :b
beijinhos ;


Lisa @ 12:22

Qua, 04/08/10

 

Oh rapariga, só tu para me pores a rir logo pela manha :D Recebi sim, muito obrigada
Estas a pensar que aconteca alguma coisa ? : p ( Ela que descanse que não aconteceu nada )
eheh
Se estas feliz, é o principal, agora que se aproveita a felicidade, depois se tiverem de vir as consequencias, que venham. Mas aproveita.

O teu texto, esta tão simples, mas significativo. São estas coisas que comecam, que agarramos, e nos escapam sem termos tempo de despedir....Tudo parte tão rapidamente...E quando temos tempo , ou outra oportunidade para poder reviver tudo, nem que seja para mais uma vez, há que aproveitar sem medos, aproveitar porque com medos, muitas vezes fica tudo pelo meio. ( Mas o erro é de tanta gente, enche a cabeça da razão, esquece um pouco o coração, e vive do medo que o passado deixou....conclusão: tudo fica pelo meio).... Valorizo-te por isso rapariga :D .


Tea & Coffee @ 16:22

Qua, 04/08/10

 

é, eu percebo-te!
o post mais uma vez está delicioso...muito fofinho! +.+


vera @ 13:46

Qui, 05/08/10

 

Estás no meio de uma situação agridoce. É tão complicado, imagino que adores estar com ele, mas isso não te basta, queres mais.
Eu tenho uma amiga que passou pelo mesmo, chorou muitas vezes no meu ombro. Eles saiam para todo o lado, comportavam-se como autenticos namorados, mas ele não era dela. Era namorado de outra. E isso matava-a por dentro. Por isso é que eu digo que imagino o que andas a sentir.
O que tens de pensar é que tal como tu ele adora estar contigo !